Notícias

Abril Azul: Capacitação na temática Transtorno do Espectro do Autismo é destaque na UNA-SUS/UFMA com mais de 30 mil matrículas na plataforma

Mês dedicado à conscientização sobre o Transtorno do Espectro do Autismo

No mês dedicado à conscientização sobre o autismo, a Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão (UNA-SUS-UFMA) destaca a importância de levar informação à população com o objetivo de promover inclusão e respeito sobre os indivíduos que apresentam Transtornos do Espectro do Autismo (TEA). O curso “Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtornos do Espectro do Autismo” tem sido uma valiosa ferramenta nessa missão e, atualmente, é o curso com o maior número de matrículas na UNA-SUS-UFMA. A oferta é gratuita, autoinstrucional (sem a mediação de tutores) e tem início imediato.

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde, uma em cada 160 crianças possui Transtornos do Espectro do Autismo. Nos últimos anos, no Brasil, observou-se uma demanda crescente por serviços em saúde direcionados à pessoa diagnosticada com TEA. 

“A adoção de políticas públicas e estratégias de educação permanente sobre o assunto tornaram-se um compromisso urgente e desafiador para os gestores e lideranças em saúde do país. O curso ‘Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtorno do Espectro do Autismo’ é resultado desses esforços e já alcança a marca de mais de 32 mil matrículas no SAITE AVA, o nosso ambiente virtual de aprendizagem”, aponta a coordenadora-geral da UNA-SUS-UFMA, Ana Emilia Figueiredo de Oliveira.

Conhecer a história e epidemiologia do Transtorno do Espectro do Autismo, bem como o acompanhamento e atendimento da pessoa com TEA no SUS, com enfoque na habilitação e reabilitação dessa população para a sua efetiva inclusão, são alguns dos temas abordados na capacitação, que segue com inscrições abertas até 30 de novembro. 

“Quando pensamos no cuidado da pessoa com TEA, significa que a atenção à saúde não se reduz à condição diagnóstica, pois considera as particularidades dos indivíduos frente à sua maneira de estar no mundo e se relacionar, a partir das diferenças identificadas no espectro. E para que a atenção seja integral, as ações devem se estender à família, e estarem vinculadas não somente aos diferentes serviços de atenção do SUS, como também às iniciativas de proteção social e educação”, destaca a coordenadora.

Para auxiliar o cursista nessa trajetória, a capacitação vem acompanhada de diversos recursos educacionais para ajudá-lo no processo de ensino-aprendizagem, tornando a experiência educacional mais dinâmica e interativa. Estão presentes no curso materiais como e-book, recurso multimídia, quiz interativo, infográfico, podcast, material em PDF e game. 

Os games merecem uma atenção especial. Com o objetivo de criar a melhor experiência de aprendizado on-line no processo educativo na área da saúde, a UNA-SUS/UFMA utiliza diversas estratégias de gamificação em seus cursos de educação continuada como uma forma de capacitação lúdica e inovadora. “Essa metodologia, também conhecida como gamificação, estimula e desenvolve a tomada de decisão do profissional ao simular práticas clínicas com situações realísticas. A presença dos familiares, a entrevista com os pais e o momento de comunicar o diagnóstico, por exemplo, são explorados também nesse recurso”, relata Ana Emilia.

Com carga horária de 30 horas, a oferta educacional é fruto da parceria entre a Diretoria de Tecnologias na Educação (DTED/UFMA), por meio da UNA-SUS/UFMA, e Ministério da Saúde - por intermédio da Coordenação-Geral de Saúde da Pessoa com Deficiência -, do Departamento de Atenção Especializada e Temática, da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde. O certificado é gratuito, reconhecido pelo MEC e validado pela UFMA.

Cadastrado Por: Maiara Pacheco
Ultima edição Por: Maiara Pacheco
Data de Publicação: 04/04/2022