Notícias

Outubro Rosa: a importância do atendimento odontológico aos pacientes oncológicos

A campanha, além de conscientizar sobre o diagnóstico precoce da doença, destaca a importância dos serviços voltados ao paciente oncológico, como atendimento especializado em odontologia

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e um problema de saúde pública de grande relevância no Brasil. A campanha do Outubro Rosa, tradicional mês de conscientização sobre a doença, reforça ações e oferece – gratuitamente – consultas e exames preventivos por meio do Sistema Único de Saúde. 

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021 no país, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. 

A mamografia ainda é o principal método diagnóstico para detectar precocemente este tipo de câncer; e a cura e o tratamento dependem muito da descoberta inicial do tumor maligno.

Prioridade na agenda

A Campanha Outubro Rosa teve início no ano de 1990 em um evento chamado "Corrida pela cura" que aconteceu em Nova Iorque, para arrecadar fundos para a pesquisa realizada pela instituição Susan G. Komen Breast Cancer Foundation. 

A partir de 2008, iniciativas como essa tornaram-se cada vez mais frequentes. Diversas entidades relacionadas ao câncer passaram a iluminar prédios e monumentos, transmitindo a mensagem: a prevenção é necessária. 

A mobilização visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde, além de lutar por direitos como o atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade. 

Ainda que a campanha Outubro Rosa seja uma importante ação para conscientizar a população sobre a prevenção do câncer de mama, é preciso garantir e fortalecer, também, os serviços voltados ao paciente oncológico. Um desses serviços contempla o atendimento especializado em odontologia. 

Atualmente, o controle do câncer de mama é uma prioridade da agenda de saúde do país e integra o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, 2011-2022.

Nesse sentido, a UNA-SUS/UFMA vem contribuindo com sua expertise, disponibilizando capacitação gratuita aos profissionais de odontologia de todo o país, por intermédio do curso “Assistência odontológica para pacientes com DCNT: pacientes com câncer”. 

Sobre o curso

A capacitação é a oportunidade de cirurgiões-dentistas, que atuam na Atenção Primária à Saúde, estudantes e interessados pela temática, compreenderem os diferentes fatores relacionados às doenças crônicas não transmissíveis, com enfoque nos pacientes com câncer.

A iniciativa é fruto da parceria entre a Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) - por meio da Diretoria de Tecnologias na Educação da Universidade Federal do Maranhão (DTED/UFMA) - e Ministério da Saúde, com colaboração da Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP) e do Programa de Pós-graduação em Odontologia da UFMA.

Com carga horária de 45 horas, o curso é totalmente gratuito, autoinstrucional e início imediato. Além disso, conta com diversos recursos educacionais, como e-books, PDF, infográficos interativos, materiais multimídias, vídeos, entre outros.

Entre as temáticas abordadas estão: Atenção à saúde do paciente com câncer no Sistema Único de Saúde (SUS); Princípios e diretrizes da Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer; Atendimento odontológico prévio ao tratamento oncológico; avaliação odontológica de paciente com diagnóstico recente de câncer e atendimento odontológico ao paciente durante e após o tratamento oncológico. 

Para os interessados, as inscrições podem ser realizadas no ambiente virtual de aprendizagem da UNA-SUS/UFMA, no endereço www.saiteava.org.

Cadastrado Por: Maiara Pacheco
Ultima edição Por: Maiara Pacheco
Data de Publicação: 19/10/2021