Notícias

Comunicação e Inclusão: curso da UNA-SUS-UFMA discute o atendimento efetivo na saúde para pessoas com deficiência auditiva

Carga horária de 180h e início imediato

A Comunicação Efetiva é uma das seis metas internacionais para melhorar a segurança do paciente no atendimento em saúde. Quando discutimos sobre isso, as ações mais comuns ficam concentradas no alinhamento de equipes, na estrutura tecnológica e na padronização de informações. Ampliando essas medidas de maneira a considerar a inclusão e a integralidade como norteadoras do cuidado, a UNA-SUS-UFMA oferta o curso Comunicação efetiva com a pessoa com deficiência auditiva e surda na Atenção Primária à Saúde.

Segundo a coordenadora geral da UNA-SUS-UFMA, Ana Emilia Figueiredo de Oliveira, a comunicação entre profissionais de saúde e pessoas com deficiência auditiva ainda é um desafio. “Por isso, a oferta visa explorar as possibilidades de comunicação entre profissionais de saúde e pessoas com deficiência auditiva, dando visibilidade às práticas mais resolutivas e difundindo o conhecimento com vistas a estabelecer o processo de comunicação mais inclusivo nas ações de saúde”, apontou.

A capacitação está centrada, ainda, no atendimento na Atenção Básica, pois ela é considerada o primeiro nível de contato do usuário com o sistema de saúde. “Buscamos capacitar profissionais com foco na diminuição das barreiras de acesso às pessoas com deficiência auditiva às informações e aos recursos ofertados por este nível de atenção, impactando diretamente a eficácia das intervenções dos profissionais de saúde”, observou a coordenadora.

O curso é gratuito, utiliza recursos multimídia para facilitar a dinâmica de aprendizagem e é aberto para profissionais de saúde de todo país. Com carga horária de 180 horas, a oferta tem como público-alvo profissionais de saúde e gestores que atuam na APS, técnicos, acadêmicos e demais interessados.

“Embora o profissional possua alto domínio técnico-científico, caso não consiga desenvolver habilidades de comunicação, suas intervenções serão limitadas. Por isso, a capacitação busca reconhecer algumas das estratégias de cuidado para a oferta de serviços mais inclusivos na Atenção Primária em Saúde utilizando um ambiente virtual de aprendizagem com acesso a diversos suportes educacionais, como, vídeos, podcasts, infográficos, além de gerenciar conteúdos e materiais complementares de forma ágil e dinâmica”, frisou a coordenadora pedagógica, Paola Trindade.

A oportunidade educacional é fruto da parceria entre o Ministério da Saúde e a Universidade Federal do Maranhão, por meio da Diretoria de Tecnologias na Educação (DTED/UFMA), Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) e Grupo SAITE (CNPq/UFMA). Os interessados podem se inscrever por meio do site unasus.ufma.br e iniciar o curso de imediato.

Para o reitor Natalino Salgado Filho, as articulações institucionais são fundamentais para permitir um maior intercâmbio de experiências, conhecimentos e desenvolvimento de ações educacionais de alcance nacional. “Por meio da UNA-SUS-UFMA, um projeto conveniado ao Ministério da Saúde, a DTED conduz com competência esse trabalho promissor, garantindo o desenvolvimento de capacitações de qualidade na área de saúde, fortalecendo o uso das novas tecnologias e da educação a distância na Instituição, além de contribuir para a melhoria do serviço de saúde pública no país”, concluiu o reitor.

Cadastrado Por: Maiara
Ultima edição Por: Maiara
Data de Publicação: 18/08/2022