Notícias

Comunicação efetiva com a pessoa com deficiência auditiva e surda na Atenção Primária à Saúde é tema de novo curso da UNA-SUS/UFMA

Com carga horária de 180h, neste curso será possível acessar vídeos, podcast, e-books, infográficos interativos, material em PDF e questionários

Os profissionais de saúde e as equipes de atenção devem buscar capacitação para atenderem, de forma especializada, as demandas em saúde de todas as pessoas. Considerando a inclusão e a integralidade como norteadores do cuidado no âmbito do Sistema Único de Saúde, a UNA-SUS/UFMA abre inscrições para o curso Comunicação efetiva com a pessoa com deficiência auditiva e surda na Atenção Primária à Saúde. As matrículas podem ser realizadas na plataforma saiteava.org e ficam disponíveis até 31 de janeiro.

A oportunidade educacional é fruto da parceria entre o Ministério da Saúde e a Universidade Federal do Maranhão, por meio da Diretoria de Tecnologias na Educação (DTED/UFMA), Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) e Grupo SAITE (CNPq/UFMA).

A capacitação tem como objetivo reconhecer a comunicação efetiva com a pessoa com deficiência auditiva e surda nos serviços de Atenção Básica contemplando as possibilidades comunicativas com os pacientes inseridos nesse contexto. O curso tem início imediato e ofertado na modalidade a distância com metodologia autoinstrucional, ou seja, sem a mediação de tutores.

Com carga horária de 180 horas, a oferta está dividida em três módulos: Módulo 1: “Surdo-mudo” é coisa do passado: desmistificando a comunicação com a pessoa com deficiência auditiva e surda; Módulo 2: Comunicação, perda auditiva e atenção à saúde da pessoa com deficiência auditiva e surda: uma inter-relação necessária; e Módulo 3: Promovendo mudanças: comunicação inclusiva nos serviços de Atenção Primária à Saúde.

Durante a jornada de aprendizagem, o estudante terá acesso a diversos suportes educacionais, como: vídeos, podcasts, e-books, infográficos interativos, material em PDF e questionários. O público-alvo da capacitação são profissionais de saúde e gestores que atuam na APS, além de técnicos, acadêmicos e demais interessados na temática.

O aluno poderá emitir a certificação após concluir os três módulos disponíveis, de 60 horas cada, totalizando 180 horas. O certificado é gratuito, reconhecido pelo MEC e validado pela Universidade Federal do Maranhão. 

Cadastrado Por: Maiara
Ultima edição Por: Maiara
Data de Publicação: 05/08/2022